Brasília Atlanta Berlim  Buenos Aires Frankfurt  Hong Kong Lisboa Londres  Los Angeles  Macau  Milão Montreal Moscou Nova York Roma Paris Pequim São Paulo Sidney Toronto Tóquio Vancouver Washington
INDEX-HOME AGENCIA BRASILEIRA DE NOTICIAS ABN NEWS
     SINCE 1924: ABN NEWS BRAZILIAN NEWS AGENCY - DESDE 1924: AGÊNCIA BRASILEIRA DE NOTÍCIAS                             COMO SER CLIENTE  -  EXPEDIENTE  -  FALE CONOSCO
 

 

 

 Editoria de Imprensa

.

05/03/2010 10:53

Associação da Imprensa de Pernambuco elege Múcio Aguiar Neto novo presidente da entidade

RECIFE [ ABN NEWS ] - O jornalista Múcio Aguiar Neto, 32, foi eleito nesta quinta-feira (4), Presidente da Associação da Imprensa de Pernambuco – AIP, sendo até hoje o mais jovem a ocupar a presidência.

Graduando em Direito pela Faculdade Marista, e graduado em Filosofia, pelo Mosteiro de São Bento, Teologia, Pelo Instituto Franciscano e Jornalismo pela Universidade Salgado de Oliveira, Múcio Aguiar aos 24 anos assumiu a Superintendência Regional do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), no Nordeste, em 2002.

Atualmente é diretor da empresa Brasilis Consultoria e Empreendimentos, onde desenvolve ações de preservação do patrimônio histórico brasileiro.

No jornalismo, atua com artigos publicados em jornais pernambucanos e no Jornal do Brasil, além de já ter ocupado, na AIP, as funções de diretor de patrimônio e primeiro secretário.

Co-autor de dois livros sobre a história brasileira, recebeu várias condecorações e indicação para à Ordem do Mérito Cultural, do Ministério da Cultura, além de ter recebido o título de cidadão olindense.

AIP - A história da AIP representa o pioneirismo de um grupo de jornalistas que integrava a grande Imprensa Pernambucana. Inclui-se a AIP entre as primeiras instituições que ao lado da Associação Paulista de Imprensa, Associação Catarinense de Imprensa, e outras entidades fundaram em 1939, a Federação das Associações de Imprensa do Brasil e a Federação Nacional da Imprensa (Faibra-Fenai) sob a inspiração de Edgard Leuenroth.

Mas, como quem tem raiz não morre, a AIP conseguiu o século incólume, carregando no seu bojo a meta principal: a defesa da liberdade de expressão. A Associação da Imprensa seguiu sempre os mesmos passos da vida da Província. Seus associados eram requisitados para reuniões sociais e não se descuidavam de acompanhar os fatos políticos.

No Recife dos Anos 30, quando circulavam seis jornais diários - número então considerado inexpressivo porque cem anos antes havia em circulação na Província 66 periódicos -, nascia a AIP para hibernar pouco tempo depois com a Intentona Comunista que cobriu o Recife com um manto de tristeza. Mas em 1934, a data comemorativa da Imprensa - 10 de setembro - sacudiu a poeira e no Teatro de Santa Isabel foi encenada a revista Colcha de Retalhos, do jornalista José Penante. Consolida-se a AIP com o retorno à circulação do Jornal do Commercio e incorporação do Diario de Pernambuco aos Diários Associados.

Aos poucos, o associativismo foi agregando outros meios de comunicação social, a princípio o Rádio, mais tarde a Propaganda e, finalmente, a Televisão, que só chegou a Pernambuco na década de 60. São considerados sócios fundadores da AIP, entre outros, Mário Melo, Apulero de Assunção, Oscar Pereira, Altamiro Cunha, Caio Pereira, Esmaragdo Marroquim, Austro Costa, tendo como primeiro presidente Salvador Nigro. Todos eles subscreveram o Livro de Presenças. Foram anos memoráveis vividos pelos seus presidentes e não foram poucos os atentados a jornais e jornalistas, formadores da opinião pública.

Uma das metas perseguidas desde os primeiros tempos e só alcançada nos anos 60, foi o edifício sede, o arranha-céu da Praça da Avenida Dantas Barreto. Por muito tempo a AIP ocupou uma casa velha da Rua das Trincheiras e, mais tarde, alguns dos seus departamentos foram para o edifício Santo Albino. Muitas reuniões aconteceram na Associação dos Empregados do Comércio, que funcionava no 2º andar de um prédio na Rua do Imperador.

O restaurante no 12º andar foi a sensação do novo prédio e atraiu a concorrência das principais empresas hoteleiras. Era o local preferido dos políticos que ali encontravam um ambiente para elaborar seus planos. Nos fins de semana, os casais dançavam ao som da orquestra. O Teatrinho da AIP e o Cinema também faziam parte do lazer da sociedade pernambucana.

A AIP integrou a comissão do Tricentenário da Restauração de Pernambuco e chegou a criar um carimbo alusivo à data . Festejou o primeiro Centenário do Ginásio Pernambucano e, em 1956, os 25 anos de sua própria fundação. A assinatura do contrato com a Figueira & Jucá para construção em 30 meses, do edifício sede, na Avenida Dantas Barreto, reacendeu a chama.

Presenças Marcantes – Foram presenças marcantes na vida da AIP, Nilo Pereira, Carlos Leite Maia, Barbosa Lima Sobrinho, Aníbal Fernandes, Eustórgio Wanderley, Gilberto Osório, Sócrates Times de Carvalho, Caio Souza Leão, Paulo Cavalcante, Berguendof Elioti, Luiz Nascimento, Eugênio Coimbra, Tavares Maciel, Clóvis Menezes e Paulo Couto Malta, entre tantos outros. Com Joezil Barros na presidência, nasceu o Anexo – AIP e, mais tarde, o Projeto de Interiorização da entidade foi reativado e criados os Departamentos Feminino e Esportivo.

Serviço:

Associação da Imprensa de Pernambuco

Faibra/Fenai - Federação Nacional da Imprensa

 

 

 

 

 

 

 

 

SINCE 1924: ABN NEWS BRAZILIAN NEWS AGENCY - DESDE 1924: ABN AGENCIA BRASILEIRA DE NOTICIAS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Expediente | Como Contratar os Serviços Noticiosos da ABN | Fale Conosco |

Desde 1924: ABN AGÊNCIA BRASILEIRA DE NOTÍCIAS - Since 1924: BRAZILIAN NEWS AGENCY - ABN NEWS
Ampla e Completa Cobertura Jornalística